sexta-feira, 16 de março de 2018

Prefeito assina em Brasília termo de adesão ao programa Internet para Todos


O prefeito Claudio Góes participou na segunda-feira (12), no Centro Internacional de Convenções do Brasil, em Brasília, da assinatura do termo de adesão ao programa Internet para Todos.

O evento contou com a participação do presidente Michel Temer, do ministro da Ciência e Tecnologia Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, além de 22 governadores, ministros, autoridades e mais de 2400 prefeitos.

O objetivo do programa é levar banda larga a regiões e municípios sem acesso ou com acesso precário a internet. O governo federal estima que cerca de 40 mil localidades serão beneficiadas com a iniciativa, que vai oferecer aos usuários conexões a preços reduzidos.

Os municípios que participam da primeira fase do Internet para Todos começarão a receber as antenas em maio, de acordo com o MCTIC, que prevê instalar 200 antenas por dia.

O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), em órbita desde maio de 2017, vai garantir a conexão. O satélite recebeu R$ 3 bilhões em investimento e tem vida útil de 18 anos.

Em São Roque as antenas serão instaladas em toda a rede municipal de ensino, nos prédios do Departamento de Saúde, Departamento de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Bem-Estar Social e Guarda Civil Municipal.

Também serão instaladas antenas nas Praças da Matriz, República, Maylasky, São João Novo, Largo dos Mendes e Brasital.

Com isso a qualidade da conexão de internet irá melhorar substancialmente nestes locais, além do sinal ser disponibilizado a um custo reduzido para toda a população e turistas que visitam nossa cidade.

Para Claudio Góes, “Essa iniciativa vai garantir a população de São Roque o acesso ao conhecimento, compartilhamento de informação e entretenimento. Também deverá proporcionar agilidade e rapidez nos serviços da Guarda Municipal. A internet é hoje um grande mecanismo de inclusão social. É um direito fundamental como atesta a Organização das Nações Unidas (ONU)”.